Negócios

Sinart assumirá terminal rodoviário de Macapá





 

A Sociedade Nacional de Apoio Rodoviário e Turístico Ltda. (SINART) apresentou à Secretaria de Estado de Transporte (Setrap), a proposta no processo licitatório para administrar o Terminal Rodoviário de Macapá. A empresa é famosa pela larga experiência na gestão rodoviária e administra mais de 47 terminais rodoviários em dez estados brasileiros.

De acordo com o diretor de transportes da Setrap, Andrey Rego, a Sinart foi a única, das 13 empresas consultadas, a apresentar proposta, “foi um processo licitatório e apenas a Sinart apresentou proposta para pleitear ao processo” falou em entrevista divulgada pelo Governo do estado do Amapá (GEA). 

Ele falou também das vantagens na privatização do terminal para a população, “Isso vai garantir uma melhor organização e reestruturação do terminal, pois a empresa gestora terá a autonomia de realizar melhorias na parte estrutural e organizacional do local. Isso vai trazer mais conforto e agilidade ao serviço oferecido,” ressaltou o diretor à assessoria do GEA.

Do ponto de vista do Estado, com a privatização haverá um ganho econômico incialmente na gestão. Além disso, após cinco anos de vigência o estado passará a receber pelo serviço, porém, não há a informação ainda de quanto seria a porcentagem desse valor.

O processo já vinha acontecendo a algum tempo, e a empresa tem no máximo 20 dias para assinar o contrato. Após a assinatura, a empresa estará apta para administrar o local pelos próximos 25 anos, após o cumprimento desse prazo a empresa deverá devolver o local para o estado.

A Sinart divulgou que pretende investir R$2 milhões na reforma do terminal.  “Com a modernização, o terminal será todo informatizado, o espaço ganhará som ambiente, entre outras melhorias. Nosso objetivo é fazer com que ele se torne um modelo, trazendo para cá a padronização adotada nos demais terminais rodoviários administrados por nós”, informou ao Governo do Estado o presidente da SINART, Eduardo Pedreira.

A empresa possui a administração de grandes terminais rodoviários da região Norte e Nordeste do país. Entre elas está o Pará, onde atua há 15 anos no terminal rodoviário de Belém e de outros 17 municípios como Marabá, Castanhal e Santarém.

Já no Nordeste, ela é responsável pela administração de terminais rodoviários da Bahia, Alagoas e Piauí. Além disso, a empresa está presente em outras regiões do Brasil, como nos estados de Goiás, Mato Grosso e São Paulo.


Luciana Cordeiro