Negócios

BNDES liberou cerca de R$ 6,2 milhões para empresas do Amapá





 

 

No primeiro bimestre de 2018, as micro, pequenas e médias empresas (MPMEs) do Amapá receberam juntas mais de R$ 6,2 milhões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O valor total representa um crescimento de 8,9%, se comparado com o mesmo período do ano de 2017.

Em 2018, de acordo com o BNDES, o aumento dos recursos liberados para o Amapá atingiu 15,3%, que foram distribuídos em 73 operações. Dentre estas, o setor que mais contribuiu para esse desempenho foi o de Infraestrutura. Somente no primeiro bimestre deste ano, foram mais de R$ 3,7 milhões.

O valor destinado ao setor apresenta um crescimento de 718%. Dentre as áreas abrangidas pela Infraestrutura, o segmento de transporte rodoviário recebeu R$ 3,6 milhões, sendo um dos principais destaques relacionado à liberação de recursos.

Outro destaque apontado é o setor de Comércio e Serviço amapaense para onde foram destinados R$ 2,5 milhões do Banco Nacional de Desenvolvimento, somente neste ano.

Em nível nacional, o BNDES liberou R$ 6,85 bilhões para empresas de todos os estados, neste primeiro bimestre de 2018. Desse total de recursos, 55,5%, referente à R$ 3,8 bilhões do total, foram destinadas a micro, pequenas e médias empresas.

De acordo com divulgação do Banco de Desenvolvimento Econômico Social, em todo o país o setor que concentrou o maior número de recursos no primeiro bimestre também foi o de Infraestrutura. No total, os segmentos deste setor receberam juntos mais de R$ 2,44 bilhões.

Já no acumulado entre os meses de março de 2017 e fevereiro de 2018, o BNDES liberou R$ 67,6 bilhões. Do total, R$ 25,9 bilhões foram destinados a projetos ligados a infraestrutura, o que representa um valor de 2% superior ao liberado nos 12 meses anteriores.

O banco aponta ainda que houve aumento nas liberações para as micro, pequenas e médias empresas, que alcançaram R$ 29,2 milhões no acumulado em 12 meses. O valor representa acréscimo de 9% acima do total liberado de março de 2016 a fevereiro de 2017.

BNDES

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico (BNDES) financia em longo prazo a realização de investimentos em todos os segmentos da economia, de âmbito social, regional e ambiental, apoiando empreendimentos que contribuam para o desenvolvimento do Brasil.

Nathan Oliveira