Cotidiano

Cartilha da Rede de Atendimento à Mulher está disponível em versão online





Lançada em dezembro de 2020 pelo Governo do Amapá, a Cartilha da Rede de Atendimento à Mulher (RAM) agora está em versão digital, em formato PDF que pode ser baixada através do Portal do Governo do Estado (link abaixo). É o primeiro material deste tipo produzido pela Secretaria Extraordinária de Política para Mulheres (SEPM).

São 25 páginas de acesso a informações pertinentes ao combate à violência doméstica, além de temas abordados como tipos de gênero, desconstrução de clichês machistas, tipos de violência sofrida pelas mulheres, as especificidades da Lei Maria da Penha, da Lei da Rede de Atendimento à Mulher (RAM), além do destaque ao fluxograma da RAM, com as designações dos agentes públicos e suas ligações entre si, principalmente as chamadas portas de entrada quando uma mulher busca atendimento, como delegacias e unidades de saúde.

Também na Cartilha da Rede de Atendimento à Mulher, há todo o processo do ciclo de violência que muitas mulheres passam diariamente, e se percebe como é difícil sair. O ciclo de violência tem várias faces e um dos objetivos da SEPM é que a mulher consiga sair deste ciclo, com diversas alternativas.

“A Cartilha da Rede de Atendimento à Mulher engloba num único instrumento todo o trabalho e a condução que a Rede faz. Com o material em mãos, e agora online, as mulheres podem se informar melhor e assim repassar as outras que possam estar precisando de ajuda”, pontua a gerente geral de Projetos da SEPM e responsável pela elaboração do conteúdo da cartilha, Alessandra Coelho.

A Lei da Rede de Atendimento à Mulher (RAM), Lei - 1764/13 foi criada para garantir atendimento integral à mulher, subsidiar e fortalecer a política de enfrentamento à violência contra a mulher no estado do Amapá.

Acesse aqui: https://www.portal.ap.gov.br/docs/cartilha_mulher.pdf