Política

'OMS tem que alertar outros países também', afirma Mourão





A afirmação foi uma resposta à organização, que cobrou uma condução mais alinhada entre o governo brasileiro e os demais Poderes

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão (PRTB), afirmou nesta segunda-feira (22) à CNN que "a OMS tem que alertar outros países também”.

A afirmação foi uma resposta à Organização Mundial da Saúde (OMS), que cobrou, nesta segunda-feira (22), uma condução mais alinhada entre o governo brasileiro e os demais Poderes no combate à pandemia de Covid-19.

A OMS fez ainda um alerta ao Brasil sobre o aumento expressivo no número de mortes pelo novo coronavírus no país nos últimos dias.  “O presidente (Jair Bolsonaro) está convocando uma reunião para esta semana, está trabalhando nesse sentido”, disse Mourão.

De fora da reunião

O vice-presidente disse que não está "participando das tratativas" do encontro, previsto para a próxima quarta-feira (24) pela manhã, no Palácio da Alvorada.

A reunião deve contar com a presença dos presidentes do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), e da Câmara, Arthur Lira (PP-AL).

São esperados ainda alguns governadores mais próximos ao governo Bolsonaro, além do procurador-geral da República, Augusto Aras, e da presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), Ana Arraes.

 

Fonte: CNN Brasil