Cotidiano

Prefeitura de Macapá alerta para punições em casos de obstrução do passeio público





A Prefeitura de Macapá, através da Secretaria Municipal de Zeladoria Urbana, reforça as equipes de fiscalização para coibir irregularidades no descarte de lixo no município. Atos de obstrução do passeio público e criação de lixeiras viciadas serão alvos de notificação e multa.

As equipes da Zeladoria estão nas ruas para fiscalizar o cumprimento do Código de Postura do Município de Macapá e da Lei Complementar 054/08, que preveem punição para quem obstrui o passeio público e despeja resíduos nas vias. Notificações e multas variam entre R$ 500 e R$ 2 mil.

Para o secretário de Zeladoria Urbana, Jean Patrick Farias, os trabalhos têm sido intensificados para alertar sobre as punições cabíveis para quem suja as ruas.

“Todos os dias nós iremos intensificar a fiscalização por toda a capital fazendo orientação e alertando a população quanto às punições para essas anormalidades. Não queremos chegar ao extremo, mas em alguns casos de reincidência, será necessário”, explicou o gestor.

Nas ruas

A dona de casa Marli Daumacio Lobato relatou que próximo ao Mercado do Peixe, no bairro Perpétuo Socorro, algumas calçadas estão ocupadas por carretas de abastecimento de frutas e legumes. “Com esses veículos ocupando o passeio público, fica difícil ter acesso à feira com segurança. Ainda bem que a Prefeitura está tendo essa iniciativa de nos garantir mobilidade para transitar”, agradeceu.

Já a aposentada Raimunda Angélica Lobato explicou que havia deixado de ir às compras porque tinha receio de ser atropelada. “Eu tinha que disputar espaço com os veículos porque não dava pra usar as calçadas, mas agora que a Prefeitura está aqui, regularizando a situação, vou voltar até a fazer minhas caminhadas na orla”, ressaltou.

Disk- denúncia

Para denúncias, a população pode ligar para a Zeladoria Urbana no telefone (96) 99970-1078. O horário de atendimento é das 08h às 12h e das 14h às 18h. Mensagens de SMS ou WhatsApp também podem ser enviadas.

Fonte: Prefeitura de Macapá - Mônica Silva - Secretaria Municipal de Zeladoria Urbana