Cotidiano

Nível global do mar subirá além do previsto até 2100, indica estudo





Uma pesquisa científica recente mostra que os níveis do mar provocados pelo aquecimento global devem subir mais rápido do que o esperado até o ano de 2100, colocando em alto risco 40% da população que vive em regiões litorâneas. 

A pesquisa, publicada em 2 de fevereiro, indica que a previsão de aumento de 99 centímetros do nível dos oceanos até o fim do século não é realista. Os pesquisadores Aslak Grinsted e Jens Hesselbjerg Christensen, da Universidade de Copenhagen, utilizaram um novo cálculo a partir da revisão da literatura científica existente. 

A dupla comparou as projeções do modelo de linearidade entre temperatura e nível do mar ao longo do século 21, avaliadas pelo Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC), com registros históricos de 1850 a 2017. O cálculo é chamado pelo estudo de Sensibilidade Transiente ao Nível do Mar (TSLS).

Os pesquisadores alertam, contudo, que o estudo não mostra que o nível do mar será de acordo com a temperatura de 2100. O que eles buscam pontuar é a relação do nível dos oceanos ao fim do século com a média do clima ao longo dos anos, no referido período. 

Com o método, os pesquisadores descobriram ser conservadora a projeção de quase um metro, do IPCC, sobre a subida do nível do mar até 2100. 

Apesar de não apontarem para uma métrica exata ou prevista para a subida dos oceanos ao fim do século, os pesquisadores são taxativos ao afirmarem que o nível será maior que o projetado pelo IPCC.

“O aumento do nível do mar global projetado até o final deste século em vários relatórios do IPCC é, na melhor das hipóteses, conservador e, consequentemente, subestima o limite superior do que é referido como o provável aumento do nível do mar”, garantem os estudiosos, em artigo publicado na revista Ocean Science (https://os.copernicus.org/articles/17/181/2021/). 

Mesmos sem apontarem uma previsão, os pesquisadores dizem que o novo cálculo se mostra relevante como modelo para estudos mais aprofundados sobre a temática.

 “Descobrimos que essa métrica pode ser responsável pela maior parte da resposta do nível do mar aos aumentos de temperatura nesta escala de tempo. A métrica TSLS é útil, pois permite comparações de sensibilidade do modelo, mesmo se eles não forem executados para o mesmo conjunto de cenários”, explicam.

Fonte: CNN Brasil