Cotidiano

Macapá 263 anos: fé e tradição marcam o início da programação do aniversário da capital





Alegria, fé e tradição marcaram o início da programação do aniversário de 263 anos de Macapá nesta quinta-feira (4). A programação iniciou às 5h30 com um momento profético no Templo Central da Assembleia de Deus, no Centro da capital. Às 6h ocorreu a tradicional salva de canhões (21 tiros) na Fortaleza de São José de Macapá.

Em seguida, a Prefeitura de Macapá ofertou um café da manhã no Shopping Popular, que foi restrito apenas aos convidados. Representantes da Feira do Caranguejo, Mercado Central e Feirão Popular participaram do momento.

Seu Francisco Almeida trabalha há mais de 20 anos na Feira do Caranguejo e ficou muito feliz pelo convite. “Me sinto honrado por estar aqui nesse momento tão especial, que é a comemoração do aniversário da nossa cidade. Eu amo Macapá, foi aqui que nasci e construir minha família e, acima de tudo, foi onde encontrei o meu sustento e a alegria de trabalhar”, disse o feirante.

Na ocasião, o prefeito de Macapá, Dr. Furlan, falou da importância do Shopping Popular para os empreendedores que aguardam pela finalização da obra. “Devemos sempre ofertar melhores condições de emprego para esses empreendedores. Por isso, aproveito para anunciar que estamos trabalhando para que o Shopping Popular seja entregue no mês de março”, afirmou o chefe do Executivo Municipal.

Às 8h foi realizada a missa dentro da Fortaleza de São José, que foi celebrada pelo Bispo de Macapá, Dom Predo José Conti. Na entrada, seu Lucide dos Santos Silva e dona Irene Tavares Martins, servidores há quase 30 anos na Secretaria Municipal de Zeladoria Urbana, tiveram a responsabilidade e alegria de carregarem a imagem do padroeiro do nosso estado, São José. “Primeira vez que participo da programação de aniversário, que emoção poder estar aqui”, disse a margarida dona Irene.

Em uma celebração emocionante, o bispo falou sobre fé e esperança, lembrando de todos que estão internados por causa do novo coronavírus. Ao fim da missa, o prefeito deixou uma mensagem lembrando dos 799 macapaenses que perderam a batalha para o vírus. “Que Deus conforte os familiares e amigos dessas pessoas. Aproveito para profetizar dias melhores para o nosso município com muita fé e esperança, sei que juntos vamos vencer. E no que depender de mim, como gestor, sempre farei o melhor pelo nosso povo”, ressaltou o prefeito.

Às 9h30, a banda da Guarda Civil Municipal fez uma apresentação musical com todo o amor e carinho homenageando Macapá.

Com uma programação reduzida e sem público por causa da pandemia e foi transmitida em Live nos canais oficiais da prefeitura.

Fonte: Prefeitura de Macapá - Laiza Mangas - Secretaria Municipal de Comunicação Social