Política

Kamala se torna a 1ª mulher, negra e asiática-americana a ser vice dos EUA





Kamala Harris tomou posse como vice-presidente dos Estados Unidos nesta quarta-feira, tornando-se a primeira mulher, a primeira pessoa negra e a primeira asiático-americana a ocupar o cargo.

Com a mão direita erguida, ela fez o juramento de posse em cerimônia realizada na tarde de hoje em Washington sob forte esquema de segurança. Minutos depois, foi a vez de Joe Biden ser empossado presidente dos EUA.

Antes do juramento, Kamala Harris havia homenageado as mulheres horas antes de chegar ao Congresso dos Estados Unidos para a posse de hoje ao lado do presidente eleito Joe Biden.

"Estou aqui hoje por causa das mulheres que vieram antes de mim", escreveu ela em uma mensagem postada em seu perfil no Twitter. O post veio acompanhado de muitas fotos dela ao lado da mãe e também de outras mulheres.

Filha de imigrantes radicados nos Estados Unidos —o pai é jamaicano e a mãe, indiana—, Kamala já tinha sido pioneira ao se tornar a primeira procuradora-geral negra da Califórnia e a primeira mulher de origem do sul da Ásia eleita para o Senado.

Bandeiras no lugar do público

A cerimônia de posse aconteceu sob a proteção de 25 mil homens e mulheres da Guarda Nacional e um verdadeiro aparato de guerra, com caminhões militares, blindados, barreiras e grades bloqueando todos os acessos ao National Mall - onde estão o Congresso e a Casa Branca. No último dia 6 de janeiro, apoiadores de Trump invadiram o Capitólio contestando o resultado da eleição durante a certificação da vitória de Biden.

O tradicional desfile a carro aberto pela Pennsylvania Avenue até a Casa Branca, sob os aplausos da população com bandeirinhas em punho, também foi cancelado por causa de medidas restritivas relativas à pandemia. Um evento virtual será realizado ainda na tarde de hoje.

No lugar de 200 mil espectadores e convidados que costumavam apreciar a cerimônia nacional nos anos anteriores, 200 mil bandeiras americanas foram cravadas nos gramados do local.

Entre os cerca de mil convidados presentes na cerimônia estavam os ex-presidentes Barack Obama, Bill Clinton e George W. Bush. O vice-presidente que deixa o cargo hoje, Mike Pence, também esteve presente.

Biden foi eleito ao garantir 306 votos no Colégio Eleitoral, em comparação a 232 de Trump, nas eleições realizadas em novembro de 2020. Sem apresentar provas, o republicano contestou o resultado com ações na Justiça, mas todas foram rejeitadas.

Fonte: UOL