Saúde

Grupos prioritários para vacina somam 108 milhões de pessoas; veja quem são





 O plano nacional de imunização divulgado pelo governo federal inclui 108 milhões de brasileiros no grupo prioritário para receber a vacina contra a Covid-19.

"Os grupos prioritários foram definidos conjuntamente com as áreas técnicas do Ministério da Saúde e colaboradores no âmbito da Câmara Técnica Assessora, estabelecendo os critérios a serem adotados por ocasião da vacinação, conforme quadro 3", diz o documento.

"Nesse cenário, os grupos de maior risco para agravamento e óbito, caso venham a se infectar, devem ser priorizados. Além disso, no contexto pandêmico que se vive, com a grande maioria da população ainda altamente susceptível à infecção pelo vírus, também é prioridade a manutenção do funcionamento e da força de trabalho dos serviços de saúde incluindo os trabalhadores da saúde entre os grupos prioritários para vacinação contra a covid-19", diz o governo.

Nas quatro fases do plano previstas, são 108 milhões de brasileiros priorizados.

O primeiro grupo é formado pelos trabalhadores de saúde (quase 5,9 milhões de pessoas), seguidos pelas pessoas com 80 anos de idade ou mais (4,2 milhões).

Ainda entre os idosos, são 3,4 milhões com 75 a 79 anos; 5,1 milhões com 70 a 74 anos; 7 milhões com 65 a 69 anos e 9 milhões com 60 a 64 anos.

Dos grupos prioritários, a menor fatia é formada por funcionários do sistema prisional (144 mil pessoas).

Fonte: CNN Brasil