Política

Governo tem dificuldade para encontrar receita para novo Bolsa Família





O governo do presidente Jair Bolsonaro ainda não chegou a um consenso de como será o texto que criará o novo programa social que deve ampliar o Bolsa Família.

Na última terça-feira, Bolsonaro reuniu ministros e líderes do governo no Congresso. No mesmo dia, o líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR), promoveu um encontro do ministro da Economia, Paulo Guedes, com líderes partidários aliados do governo.

 

De acordo com Barros, ainda não está definido de onde virá a receita para financiar o programa, o valor do benefício e nem o número de beneficiários. Depois de integrantes do Ministério da Economia terem fornecidos dados sobre estudos do governo para cortar outros programas sociais para reforçar o Bolsa Família, o presidente proibiu que detalhes não confirmados da iniciativa sejam divulgados. A ideia é apresentar as informações do programa quando ele ficar pronto.

“Estamos construindo solução ainda, não temos solução. A reunião era para pegar alguns pressupostos e agora está caminhando, vamos pegar dados para ver como fecha a conta. Não tem nada ainda, quando tiver o Márcio Bittar[senador e relator do orçamento de 2021] vai fazer”, disse Ricardo Barros ao Congresso em Foco.

Durante live da Necton Investimentos na semana passada, Ricardo Barros afirmou que a intenção é que o programa seja financiado por meio de desvinculação de fundos e desindexação de algumas despesas obrigatórias, mas ainda não há informações de quanto isso pode gerar de receita porque vai depender dos fundos a serem desvinculados e das despesas a serem desindexadas.

Fonte: Congresso em foco