Saúde

Apesar de novo surto, França descarta outro isolamento social





Segundo o primeiro-ministro Jean Castex, o governo francês não tem planos de levar adiante um novo isolamento social mais severo

O primeiro-ministro da França, Jean Castex, disse nesta sexta-feira, 11, que seu governo não planeja um novo bloqueio nacional para conter o ressurgimento de casos Covid-19, mas implementaria uma série de medidas menos radicais.

Castex disse que isso incluiria testes de Covid-19 para casos prioritários e dará às autoridades locais o poder de fazer algumas empresas reduzirem a jornada de trabalho.

O governo francês está sob pressão renovada para conter a propagação da doença, já que o país enfrenta um forte aumento de infecções desde o início do mês.

As autoridades de saúde registraram 9.843 novos casos confirmados de coronavírus na quinta-feira, 10, chegando a quase 900, recorde anterior de 8.975, estabelecido seis dias antes.

Em março, a França impôs um bloqueio mais severo, que conseguiu evitar que o sistema hospitalar ficasse sobrecarregado com os casos de Covid-19, mas também representou um duro golpe à economia. Esse bloqueio foi relaxado no início de maio.

Fonte: Reuters