Política

Morte de ex-deputado de 33 anos por covid-19 choca políticos





O ex-deputado federal Caio Narcio (PSDB-MG), de 33 anos, morreu neste domingo (16) em São Paulo. Ele estava internado na UTI do Hospital das Clínicas com covid-19. Caio foi hospitalizado em 12 de julho. No dia 25, seu teste deu positivo para o novo coronavírus. A morte precoce do jovem ex-parlamentar chocou políticos, que se manifestaram nas redes sociais (veja mais abaixo):

O estado de saúde de Caio se agravou no último dia 6, quando foi detectada uma pneumonia bacteriana. No dia 2 de julho ele deixou o Hospital Sírio-Libanês, também na capital paulista, após tratamento de uma meningoencefalite, inflamação que envolve o cérebro e as meninges.

O PSDB lamentou a morte de Caio, filho do também ex-deputado tucano Narcio Rodrigues (MG).
"Com muita tristeza que recebemos a notícia da perda prematura do nosso ex-deputado federal, o jovem e amigo Caio Narcio. Caio nos deixa muitos exemplos: luta e companheirismo. De bom caráter e boa índole é uma grande perda a vida pública! Nosso especial abraço a Narcio Rodrigues", publicou o partido em nota nas redes sociais.
 

Eleito deputado em 2014, Caio não conseguiu se reeleger em 2018. Sua campanha eleitoral foi prejudicada pela meningoencefalite, que o deixou dois meses internado. Natural de Uberlândia, Caio era graduado em Ciências Sociais pela PUC-MG e começou a militância política como presidente do Diretório Central dos Estudantes (DCE) da universidade. Também foi presidente da Juventude estadual do PSDB.