Cotidiano

Polícia Civil conclui inquérito de naufrágio de embarcação em Oiapoque





Nesta quarta-feira, 17, a Polícia Civil do Estado do Amapá, por meio do Ciosp de Oiapoque concluiu os procedimentos investigatórios acerca do naufrágio de uma embarcação ocorrido no último dia 14, no Rio Oiapoque, que culminou na morte de duas mulheres.

O Delegado Átila Rodrigues, instaurou inquérito policial para apurar a conduta de um casal, bem como auto de investigação de ato infracional para apurar a conduta de um adolescente de 17 anos.

“Um dos investigados levou algumas pessoas ao local mesmo sem ter habilitação pra conduzir a embarcação. Em seguida, ele entregou a embarcação ao adolescente para que retornasse à cidade e buscasse mais oito pessoas. Ao fim do passeio, o adolescente, que estava alcoolizado e pilotava a embarcação, foi dar um cavalo de pau e ela virou. Duas mulheres ficaram desaparecidas e foram encontradas sem vida na última terça-feira”, destacou o Delegado.

Ao todo, 13 adultos e 2 crianças foram ao local. O Delegado concluiu que ao adolescente caberá a conduta de ato infracional análogo aos crimes de homicídio com dolo eventual, atentado contra a segurança fluvial qualificada pelo naufrágio e infração de medida sanitária preventiva.

O homem que entregou a embarcação ao adolescente foi indiciado por duplo homicídio com dolo eventual, atentado contra a segurança fluvial qualificada pelo naufrágio, infração de medida sanitária preventiva e corrupção de menores. A esposa dele responderá por fornecer bebida alcoólica ao adolescente e infração de medida sanitária preventiva.

As outras pessoas que estiveram no local responderão por infração de medida sanitária preventiva, uma vez que existe um decreto municipal proibindo a permanência de pessoas nesses locais devido a pandemia.