Cotidiano

TRF1 revoga prisão de ex-deputada federal do Amapá





 

O desembargador do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TFR1), Hilton Queiroz, revogou a prisão da ex-deputada federal, Jozi Araújo (Podemos), que é acusada de fraudes na criação de sindicatos patronais filiados à Federação das Indústrias do Amapá (Fieap). Ela teve prisão preventiva decretada em maio e desde então estava foragida da Justiça.

Em sua decisão, o desembargador entendeu que Jozi Araújo não apresenta riscos à ordem pública e nem ao processo. Desta forma, ficou determinado que a ex-parlamentar deverá pagar fiança de R$ 30 mil, além de comparecer semanalmente à justiça para justificar atividades. Jozi Araújo não poderá se aproximar de outros investigados e nem se ausentar do Amapá sem autorização judicial.

A ex-parlamentar e outras pessoas foram alvos da Operação Sindicus realizada em conjunto pela Polícia Federal e Ministério Público Federal (MPF). Eles são acusados de desviar dinheiro da federação, além de articular o retorno de Jozi Araújo para a presidência da Fieap, que estava marcada para este ano.

Em maio, todos os envolvidos, com exceção de Jozi Araújo, foram presos. Com a decisão do TRF1, todos eles estão em liberdade.