Cotidiano

Oficina promovida pelo Núcleo de Ações Inclusivas do SENAI AP tem garantido ensino de Libras à comunidade





Aprendizagem Industrial (SENAI) do Amapá está realizando até o dia 28 de maio, oficina da Língua Brasileira de Sinais (Libras). Com carga horária de 16 horas, a capacitação tem o intuito de reconhecer a linguagem como meio legal de comunicação e expressão, além de possibilitar a aprendizagem de novos conhecimentos e fortalecer o processo de inclusão. O público é formado por pessoas da comunidade, colaboradores e alunos da instituição.

“O SENAI é um espaço de inclusão, preparado para receber todos os alunos que precisam se qualificar profissionalmente. Com o ensino da Libras, os alunos ouvintes e com limitações auditivas ampliam seu entendimento, passam a se comunicar e a interagir socialmente. Dessa forma, as pessoas que dominam a linguagem são capazes de ampliar o acesso à informação, tendo mais oportunidades pessoais e profissionais”, ressaltou a especialista em Educação Inclusiva do SENAI, Samara do Nascimento.

Eliedreson Silveira, 23 anos, nasceu surdo e utiliza a Libras para se comunicar dentro e fora do SENAI. Ele é aluno do curso Construtor de Edificações e está participando da oficina para se integrar com os participantes e compartilhar o que aprendeu. Com a ajuda do intérprete, Lucivan Fernandes, Eliedreson disse que se sente incluído com a metodologia aplicada no SENAI e acompanha as atividades propostas em sala com facilidade.

Cristhian Assunção de Carvalho tem 18 anos e faz o curso de Operador de Computador. Ele se interessou por aprender Libras para ampliar sua rede de amigos, já que conhece pessoas que têm deficiência auditiva. “Além de querer estreitar minhas relações com os colegas, aproveito para aprimorar conhecimentos e melhorar meu currículo, adicionando mais uma habilidade, pois quem domina o português e a Libras é considerado bilíngue”, frisou.

“Com essa ação, O SENAI qualifica multiplicadores, fato que contribui para que mais pessoas com deficiência possam se integrar ao mercado de trabalho, ao mesmo tempo em que atende a demanda das empresas industriais”, destacou o intérprete de Libras, Lucivan Souza.