Esporte

Libertadores: Flamengo e Palmeiras fazem 4ª final brasileira





A final entre Flamengo e Palmeiras da Libertadores da América será a quarta da história entre duas equipes do Brasil. Após derrotar o Barcelona de Guayaquil (Equador) por 2 a 0 no estádio Monumental, o Rubro-Negro e o Verdão disputarão a competição continental no dia 27 de novembro no estádio Centenário, em Montevidéu (Uruguai).

A final da Libertadores de 2021 será a segunda consecutiva com a presença do Palmeiras, que na edição anterior superou o Santos por 1 a 0 no estádio do Maracanã para ficar com o título.

A primeira edição da Libertadores com final brasileira foi em 2005, quando o São Paulo ficou com o título após derrotar o Athletico-PR. Um ano depois o time do Morumbi voltou a buscar o título continental, mas o troféu ficou com o Internacional.

RB Bragantino vence Libertad de novo e vai à final inédita da Sul-Americana

Red Bull Bragantino está na final da Copa Sul-Americana. Após vencer por 2 a 0 no jogo de ida, o time de Bragança voltou a superar o Libertad-PAR, por 3 a 1, e vai disputar uma decisão continental pela primeira vez em sua história. O confronto foi disputado no Estádio Defensores del Chaco, em Assunção, no Paraguai.

Depois de abrir vantagem no confronto de ida, o RB Bragantino contou com dois gols de Tomás Cuello e outro de Artur para construir a vitória. O time de Bragança ainda teve atuação decisiva de Cleiton, que pegou um pênalti e brilhou com grandes defesas na partida. Melgarejo anotou o gol dos paraguaios.

Agora, o Red Bull Bragantino aguarda o vencedor da semifinal entre Peñarol-URU e Athletico-PR. O time parananse venceu por 2 a 1 no primeiro encontro, disputado no Uruguai, e tem a vantagem para decidir a classificação em casa na noite de amanhã.

A final da Sul-Americana está marcada para o dia 20 de novembro, no Estádio Centenário, em Montevidéu, no Uruguai.

Pintura de Cuello

O argentino foi um dos destaques do RB na partida. O atacante abriu o placar com um chute impecável de fora da área. Além disso, foi ele quem colocou o Massa Bruta na frente do placar na segunda etapa.

Com o jogo caminhando para o final, Artur também deixou o dele. O meio-campista segue entrando para a história do time do interior paulista. Este foi seu 17º gol pelo clube e o sétimo na Sul-Americana.

Paredão Cleiton

Outro que foi fundamental para que o Bragantino chegasse à final inédita foi o goleiro Cleiton. Na primeira etapa, ele pegou um pênalti e fez cinco defesas que levaram muito perigo ao gol do time brasileiro.

Já na segunda etapa, a estrela do arqueiro brilhou novamente. Em três lances que poderiam mudar o cenário da semifinal, o goleiro do RB mostrou presença e evitou que a classificação escapasse.

Com a grande noite, Cleiton se tornou o goleiro que mais fez defesas nesta edição da Copa Sul-Americana.

Fonte: Agência Brasil - UOL