Política

Governo quer lançar substituto do Bolsa Família em agosto, diz ministro





O ministro da Cidadania, João Roma, afirmou que o governo pretende editar já no começo de agosto a medida provisória que unificará programas sociais como o Bolsa Família, programas de aquisição de alimentos e de capacitação.

O objetivo é aprovar a medida até outubro, quando será paga a última parcela do auxílio emergencial. Além disso, o novo programa é considerado estratégico para o governo em 2022, ano eleitoral.

Roma afirmou que a projeção é o programa mais amplo beneficie cerca de 17 milhões de pessoas, ante os cerca de 14,6 milhões que hoje recebem o Bolsa Família. O ministro não detalhou qual deve ser o valor do novo benefício, porém, o presidente Jair Bolsonaro tem dito que o objetivo é aumentar a ajuda em cerca de 50%.

O chefe da pasta falou com os jornalistas após reunião com o ministro da Economia, Paulo Guedes, que frisou que o desenho do novo programa social está sendo feito dentro da Lei de Responsabilidade Fiscal e da regra do teto de gastos.

Fonte: Congresso em Foco