Política

Caso dos consignados: dois ministros do STF votam pela manutenção da condenação de Waldez Góes





A Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal iniciou na tarde desta terça-feira, 20, o julgamento do Habeas Corpus impetrado pela defesa do governador do Amapá, Waldez Góes (PDT), no caso dos consignados.

O relator, ministro Luis Roberto Barroso, votou pela manuntenção da condenação de Waldez, seguido pelo ministro Marco Aurélio, que antecipou o voto, após pedido de vista do ministro Alexandre de Moraes. 

Waldez foi condenado pelo Superior Tribunal de Justiça a seis anos e nove meses de reclusão e à perda do mandato, em 2019. No ano passado, entretanto, o ministro Dias Toffoli, do STF, suspendeu o andamento da ação penal contra o governador pedetista.

Ainda faltam votar, o ministro Alexandre de Moraes, a ministra Rosa Weber e o ministro Dias Toffoli.  


Fonte: Ponto da Pauta - http://pontodapauta.com.br/politica_view.php?id_noticia=124790